segunda-feira, 18 de Abril de 2011

129° Aniversário de Monteiro Lobato



Nessa segunda-feira (18/04), um dos maiores escritores brasileiro completaria 129 anos, e o Blog Isabelle Drummond não poderia deixar de comemorar essa data, pois foi com uma personagem de Monteiro Lobato, a Emília, em que Isabelle se destacou, ficando 6 anos vivendo a boneca de pano, no remake do Sítio, na Rede Globo.

E quem também comemora os 129 anos do escritor, é também o Google.com



Saiba mais sobre o escritor:


Nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Em homenagem ao seu nascimento, neste dia comemora-se o Dia Nacional do Livro Infantil.

Era filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Augusto Lobato. Seu nome verdadeiro era José Renato Monteiro Lobato, mas em 1893 o autor preferiu adotar o nome do pai por desejar usar uma bengala do pai que continha no punho as iniciais JBML.

Juca, apelido que Lobato recebeu na infância, brincava em companhia de suas irmãs com legumes e sabugos de milho que eram transformados em bonecos e animais, conforme costume da época. Uma forte influência de sua própria experiência reside na criação do personagem Visconde de Sabugosa.

Ainda na infância, Juca descobriu seu gosto pelos livros na vasta biblioteca de seu avô. Os seus prediletos tratavam de viagens e aventuras. Ele leu tudo que lá existia, mas desde esta época incomodava a ele o fato de não existir uma literatura infantil tipicamente brasileira.

Um fato interessante aconteceu ao então jovem Juca, no ano de 1895: ele foi reprovado em uma prova oral de Português. O ano seguinte foi de total estudo, mergulhado nos livros. Notável é o interesse de Lobato escritor no que diz respeito à Língua Portuguesa, presente em alguns de seus títulos. É na adolescência que começa a escrever para jornaizinhos escolares e descobre seu gosto pelo desenho.

Aos 16 anos perde o pai e aos 17 a mãe. A partir de então, sua tutela fica a encargo do avô materno, o Visconde de Tremembé. Formou-se em Direito pela faculdade de seu estado, por vontade do avô, porque preferia ter cursado a Escola de Belas-Artes. Esse gosto pelas artes resultou em várias caricaturas e desenhos que ele enviava para jornais e revistas.

Em 1907, 3 anos após sua formatura, exerceu a promotoria em Areias, cidadezinha do interior. Retirou-se depois para uma fazenda em Buquira que herdou do avô, falecido em 1911. Este município, onde surgiu um Lobato fazendeiro, recebeu seu nome em sua homenagem.

Casou-se com Maria Pureza da Natividade, em 28 de março de 1908. Do casamento vieram os quatro filhos: Edgar, Guilherme, Marta e Rute.

Em 1918 lançou Urupês, e o êxito fulminante desse livro de contos colocou-o numa posição de vanguarda. Neste mesmo ano, vendeu a fazenda e transferiu-se para São Paulo, onde inaugurou a primeira editora nacional: Monteiro Lobato & Cia. Até então, os livros que circulavam no Brasil eram publicados em Portugal. Por isso, as iniciativas de Lobato deram à indústria brasileira do livro um impulso decisivo para sua expansão.

Em 1926, foi nomeado adido comercial da embaixada brasileira nos Estados Unidos, de onde trouxe um notável livro de impressões: América. Usou, assim, suas principais armas em prol do nacionalismo no tocante à exploração de ferro e petróleo no Brasil: os ideais e os livros.

Preocupado com o desenvolvimento econômico do país, chegou a fundar diversas companhias para a exploração do petróleo nacional.. O fracasso dessa iniciativa deu-lhe assunto para um artigo: O Escândalo do Petróleo. Já sob o Estado Novo, sua persistência em abordar esse tema como patriota autêntico valeu-lhe três meses de prisão.

No público infantil, Lobato escritor reencontra as esperanças no Brasil. Escrever para crianças era sua alegria, por isso adorava receber as cartinhas que seu pequenino público escrevia constantemente. Achava que o futuro deveria ser mudado através da criançada, para quem dava um tratamento especial, sem ser infantilizado. O resultado foi sensacional, conseguindo transportar até hoje muitas crianças e adultos para o maravilhoso mundo do Sítio do Picapau Amarelo.

Faleceu em São Paulo, no dia 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade, por causa de um derrame.

A obra lobatiana é composta por 30 volumes. Tem um lugar indisputável na literatura brasileira como o Andersen brasileiro, autor dos primeiros livros brasileiros para crianças, e também como revelador de Jeca Tatu, o homem do interior brasileiro.

Apesar de ter sido, em muitos pontos, o precursor do Modernismo, a ele nunca aderiu. Ficou conhecida a sua querela com modernistas por causa do artigo "A propósito da exposição Malfatti". Ali critica a mostra de pintura moderna da artista, que caracterizava de não nacional.

domingo, 17 de Abril de 2011

Conheça: Carmo Dalla Vecchia vive o Rei Augusto em Cordel Encantado

Em Cordel Encantado, a nova novela das seis da Rede Globo, Carmo Dalla Vecchia vive o Rei Augusto, do fictício reino de Seráfia do Norte




Na trama, ele fica viúvo e 20 anos depois, descobre que a filha Aurora (Bianca Bin), quem ele acreditava estar morta, na realidade está viva e mora no Brasil.


Cordel Encantado tem autoria de Duca Rachid e Thelma Guedes. A direção de núcleo é de Ricardo Waddington, com direção-geral de Amora Mautner e direção de Amora Mautner, Gustavo Fernandez e Natália Grimberg.


Conheça mais sobre o ator:
Carmo Dalla Vecchia (Carazinho, 21 de agosto de 1970) é um ator brasileiro.

Nascido em Carazinho, Rio Grande do Sul, estreou na televisão em 1995, na minissérie Engraçadinha... Seus Amores e Seus Pecados. Em 2006, deu vida ao misterioso Luciano de Cobras & Lagartos, personagem esse que deu ao ator o reconhecimento na mídia.

Em 2008, viveu o jornalista Zé Bob, protagonista masculino de A Favorita. Também atuou como Alcino, em Cama de Gato, um dos personagens centrais da novela das seis global, e agora vive o personagem Rei Augusto em Cordel Encantado.


No próximo "Conheça", você irá conhecer o personagem e a história de mais um ator/atriz da novela Cordel Encantado onde a atriz Isabelle Drummond atua atualmente

sábado, 16 de Abril de 2011

Isabelle Drummond e Miguel Rômulo em Cordel Encantado

Quem não se lembra de Isabelle Drummond e Miguel Rômulo juntos em alguma produção? A de mais destaque é a novela de Walcyr Carrasco, Caras & Bocas que ambos interpretaram Bianca (Isabelle Drummond), a rainha dos biscoitos do polvilho e dona de um dos maiores bordões de novelas "É a treva" e Felipe (Miguel Rômulo), o melhor amigo de Bianca e seu braço direito, ambos estão juntos na novela Cordel Encantado, e o vídeo da primeira cena dos dois juntos, vai aí para quem quiser conferir, e parece que a torcida de muita gente vai para os dois atores também formarem casal na novela das 6, mais será que as escritoras seriam tão inocentes assim? Vamos ficar na torcida

sexta-feira, 15 de Abril de 2011

Cordel Encantado: Veja Isabelle Drummond caracterizada como Rosa


(Personagem ajudará na escola de alfabetização de adultos em Brogodó)



Em Cordel Encantado, Isabelle Drummond será Rosa (Isabelle Drumond), filha mais velha de Zenóbio (Guilherme Fontes) e Florinda (Emanuelle Araújo).

Na próxima novela das seis da Rede Globo, a personagem ajudará a tia Téinha (Patrícia Werneck) na escola de alfabetização para adultos da cidade de Brogodó.

Cordel Encantado estreou na segunda-feira, 11 de abril, logo após Malhação. A novela tem autoria de Thelma Guedes e Duca Rachid. A direção de núcleo é de Ricardo Waddington, direção-geral de Amora Mautner e direção de Gustavo Fernandez, Natália Grimberg e Thiago Teitelroit.

quinta-feira, 14 de Abril de 2011

Isabelle e Leighton? Quem é Quem?



É incrível como a atriz Leighton Meester (09/04/1986, Marco Island, Flórida)e a atriz brasileira Isabelle Drummond se parecem.
A foto confirma isso, e para variar, cada vez mais os fãs da série Gossip Girl comenta sobre tal acontecimento, em questão de beleza, as duas tem de sobra.

Mais Leighton e Isabelle se parecem mesmo, não? Qualquer observação, comentem.

Biografia: Isabelle Drummond

Isabelle Christine Lourenço Gomes Drummond (Niterói, 12 de abril de 1994) é uma atriz brasileira.

Estreou na TV com uma rápida participação na novela Laços de Família, em 2000.

No ano seguinte, interpretou a pequena Rosicler, a filha da personagem de Ana Paula Arósio, na minissérie Os Maias. No mesmo ano, tornou-se a boneca Emília do seriado infantil Sítio do Pica Pau Amarelo. Integrou o elenco da atração por seis anos consecutivos. Durante esse período chegou a ser convidada para participar das novelas da casa, mas a direção artística da emissora não a liberou.

Em 2007, despontou como Gina na novela Eterna Magia e em 2008, fez uma participação de dois capítulos na novela A Favorita.

No cinema participou do filme Xuxa Popstar no ano de 2000 e em 2009 atuou no longa Se Eu Fosse Você 2, no papel de Bia, a filha do casal principal, Tony Ramos e Gloria Pires, respectivamente Cláudio e Helena, menina que engravida precocemente do namorado que escondia do pai.

Além disso, participou de vários especiais de fim de ano da emissora e protagonizou o especial da Rede Globo em comemoração aos 40 anos do canal, A História de Rosa.

Em 2009/2010, interpretou a Bianca de Caras e Bocas, uma das personagens principais da trama. Sua personagem explodiu na mídia e lançou os bordões "É a Treva !", "Sou muito experiente", "Sou a rainha dos biscoitos de Polvilho", que caiu no gosto popular.

Em 2011, foi escalada para integrar o elenco da novela das seis, da Rede Globo chamada Cordel Encantado, e vive atualmente a secretária Rosa, uma das melhores amigas de Açucena.